Mercados de Chiang Mai: além do Night Bazaar

  • 2/08/2017
  • comentários
  • Por: Guilherme Goss De Paula

Conheça os mercados de Chiang Mai

Uma visita a Tailândia não é completa se você não for aos tradicionais mercados de Chiang Mai. Imagine centenas de barraquinhas de artesanato, sabores exóticos, roupas, acessórios, instrumentos musicais, objetos de decoração e mais um monte de coisas típicas – é uma perdição! Esses mercados lembram muito nossas feiras de rua e ficam lotados de gente.

Eu, mesmo não tendo o hábito de comprar muitas coisas, adoro perambular por esses mercados para conhecer mais sobre a cultura local e, é claro, experimentar algumas iguarias.

Ah, antes de falar mais sobre eles, eis um fato que achei muito interessante – principalmente para quem viaja com crianças: nos mercados de Chiang Mai, mesmo sendo nas ruas, é proibido fumar e consumir bebidas alcoólicas. Uma forma simples e interessante de manter um ambiente agradável e seguro para todos.

Veja as melhores ofertas de hospedagem em Chiang Mai

Saturday Night Market

Cheguei em Chiang Mai num sábado de manhã e já tinha anotado no caderninho que era dia do mercado de sábado à noite. Deixamos o hotel e pegamos um táxi coletivo (era uma caminhonete vermelha com bancos na carroceria que, segundo a Lavínia, eram carros de bombeiro!) até o local – esses coletivos costumam cobrar de THB 20 a 30 pela corrida.

O Saturday Night Market fica ao sul da cidade histórica e logo ao desembarcar nos deparamos com um monte de barracas de comida. Dá pra se perder entre os Pad Thai, rolinhos primavera e, acredite, bolinhas de queijo e. Peguei minha câmera e saí fotografando tudo o que havia por ali, em uma profusão de cores, cheiros e sabores.

saturday night market chiang mai

Da gastronomia eu experimentei uns docinhos que eles anunciam como Thai Dessert (sobremesa tailandesa) – são doces de soja coloridos, mais bonitos que gostosos. Comprei uma caixinha sortida com docinhos de várias cores e formatos por THB 20. E o Ancient Ice-cream (sorvete antigo) em cubo, que é como um picolé em um palito bem fino (igual ao de um espetinho), colocado dentro de um cone de papelão. O sorvete custa apenas THB 10, é interessante mas não chega a ser uma delícia.

Thai Dessert

Ancient Ice-cream

E na sacola de compras: um elefantinho de pelúcia para a Lavínia, uma bolsa para a Micca, capas de couro personalizadas para nossos passaportes, entre outras coisinhas.

Reserve seus passeios em Chiang Mai!

Sunday Night Market

Um mercado que todo mundo recomenda em Chiang Mai é o de domingo. Sua importância fica evidente pela própria localização: Rachadamnoen Road, a principal rua do centro histórico, que começa no Tha Phae Gate.

O dia tinha sido difícil. Passamos a tarde toda em um santuário de elefantes e, como o acesso ao local era complicado, carreguei a Lavínia no meu colo por toda a trilha. Eu estava exausto. Contudo, não me rendi e fui encarar o tradicional mercado noturno de domingo. Fiz a coisa certa!

Ainda no caminho, ao lado da muralha do Tha Phae Gate, tava rolando um festival cultural com apresentações de danças tradicionais. Apesar das danças serem um pouquinho monótonas, valeu a pena estar ali e assistir àquela demonstração.

É verdade que os mercados possuem muitas coisas em comum, mas sempre existem as peculiaridades. De diferente, no Sunday Night Market encontramos um cara que produzia bibelôs (alguém mais usa essa palavra? rsrs…) de vidro. Com um maçarico e algumas poucas ferramentas, ele criava belos e delicados objetos na hora.

Outra coisa que nos chamou bastante a atenção foi uma banda com didgeridoos (instrumentos de sopro, criados por aborígenes australianos) – pra quem ficar curioso, basta digitar “Tuku Didgeridoo Band” no YouTube que vão aparecer muitos vídeos.

Vai viajar? Não esqueça de adquirir o seguro viagem!

Night Bazaar

Finalmente vamos falar do Night Bazaar. Mais uma vez eu estava cansado, depois de um dia inteiro fazendo um tour até Chiang Rai. Mas era a nossa última noite na cidade e não podíamos deixar de visitar o mais conhecido entre os mercados de Chiang Mai.

O Night Bazaar funciona todos os dias e é gigantesco. Confesso a você que quando me aproximei desse mercado fiquei meio perdido pois, na verdade, não é um local específico, são várias ruas e galerias tomadas por milhares de barraquinhas que oferecem, basicamente, o que já havíamos visto nos mercados anteriores. Mas é claro que a gente sempre vai encontrar coisas novas e diferentes.

Ah, na região onde ocorre o Night Bazaar também fica o Hard Rock Café – pra você matar as saudades do ocidente, caso sinta saudades… Eu só tirei foto da fachada mesmo e continuei percorrendo as barraquinhas! Há vários outros barzinhos bacanas, com bandas ao vivo, espalhados em meio às barraquinhas – basta seguir a música.

De tudo que vi, vou destacar algumas lojinhas com lindas esculturas de madeira e um tiozinho que fazia suas esculturas em metal ali mesmo, na rua. Não fosse pelo cansaço, poderíamos ficar rodando por horas de barraquinha em barraquinha. Mas tínhamos que acordar no dia seguinte para darmos continuidade à nossa viagem. O destino que estava por vir era, simplesmente: Phi Phi!

↓ Salve esse Pin e siga também nosso Pinterest

Mercados de chiang mai pinterest

Agora é a sua vez de escrever, viajante! Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão a fazer, utilize os comentários ao final desse post! 🙂

Leia mais sobre Chiang Mai
Chiang_Mai: roteiro de três dias no norte da Tailândia
White Temple, mulheres girafas: passeio em Chiang Rai
Como são as cias aéreas low cost na Tailândia
Elefantes em Chiang_Mai (Elephant Sanctuary)
Hotel em Chiang_Mai: De Chai The Colonial

Leia também
Bangkok: o melhor da efervescente capital tailandesa


Apoio

intermacmysimtravel


Reserve seu hotel pelo Booking.com
Alugue seu carro pela Rentcars
Compre seu chip internacional Mysimtravel
Viaje sempre protegido com Intermac Seguros
Evite filas comprando antecipadamente seus ingressos e passeios pelo Viator
Prefere uma ajuda profissional para sua viagem? Entre em contato com a Reisen Turismo

Ao utilizar esses links, você ajuda o blog a crescer sem pagar nada a mais por isso!





Booking.com





Guilherme Goss De Paula

Nascido em Tupã, no interior de São Paulo, sua primeira experiência internacional foi um intercâmbio na Alemanha - onde despertou seu interesse por conhecer o mundo. Trabalhou com turismo nos EUA, no Amazonas e em Santa Catarina. Graduou-se em Turismo e Hotelaria e abriu sua própria agência de viagens. Sempre em busca de novos destinos, acumula passagens por mais de 60 países. Como escritor-viajante, já participou de diversas edições dos guias O Viajante, além de ser colaborador voluntário dos sites TripAdvisor e Mochileiros.com. Sua melhor viagem é sempre a próxima!


2 respostas para “Mercados de Chiang Mai: além do Night Bazaar”

  1. […] Leia sobre o De Chai The Colonial Hotel Leia também sobre os Mercados de Chiang Mai […]

Deixe uma resposta

Inline
Inline